6°BBM realiza Patrulha de Prevenção no Pico do Ibituruna.

Início / Notícias Criado em: 04-09-2020 às 11h:33

Durante os últmios meses, todo o estado de Minas Gerais passou por momentos críticos em relação aos incêndios florestais. Um grande incêndio na Serra da Canastra esse ano queimou aproximadamente 13 mil hectáres, além de cidades como Uberaba e Ituiutaba, que sofreram com as queimadas em 2020. E nesse sentido, militares do 6° Batalhão de Bombeiros Militar (6°bbm), participaram de uma patrulha educativa de prevenção a incêndios florestais no entorno do Monumento Natural Estadual do Pico da Ibituruna.

Uma ação conjunta foi planejada com órgãos como a Policia Militar Ambiental, Instituto Estadual de Florestas (IEF), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA), Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil (COMPDEC) de Governador Valadares e Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A ação educativa contou com a presença do Comandante do 6° BBM, Major Luciano Barbosa de Souza. O ponto de partida foi no Parque Municipal Natural de Governador Valadares, tendo os militares percorrendo todo o perímetro, realizando vistorias em possíveis áreas pontencialmente vulneráveis as queimadas.

A carreata seguiu pelo estradão, sentido ao Distrito de Derribadinha. Um carro de som anunciava a presença da patrulha para os moradores próximos ao local, dando dicas de prevenção a incêndios florestais, e tirando as dúvidas as dúvidas frequentes em relação ao procedimento que as pessoas devem tomar quando se depararem com um incêndio florestal. E algumas das orientações, é sempre acionar o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) pelo número 193 em caso de urgência e emergência, observar se o incêndio está se aproximando de imóveis para que procure um local seguro.

Já no Distritode Derribadinha, os participantes da ação fizeram panfletagem e orientaram os moradores da comunidade sobre o perigo da ação em queimar vegatação para limpar lotes e áreas verdes, demonstrando que esse gesto que parece simples, pode levar sérias consequências como o desequilibrio ambiental na fauna e flora, incêndio em imóveis e até mesmo o risco de morte.

O evento foi muito bem avaliado, tanto pela comunidade como pelos órgãos envolvidos, sendo base para ações do próximo ano, e possíveis procedimentos para aprimorar a Patrulha educativa. Novas ações como esta serão realizadas em outros distritos do município. 

Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, o amigo certo nas horas incertas.