Corpo de Bombeiros realiza vistorias em supermercados em todo o estado

Início / Notícias Criado em: 06-11-2020 às 16h:40

Alerta Vermelho promove prevenção contra incêndio e pânico no comércio em Minas

Seguindo o esforço de potencializar as ações de prevenção e segurança da população, em conformidade com o Plano de Comando do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e do Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI) do governo estadual de tornar Minas um estado mais seguro, o CBMMG realizou nesta sexta-feira (6), mais uma série de vistorias em supermercados em todo o estado.

A Operação Alerta Vermelho busca certificar o cumprimento das exigências das medidas de segurança contra incêndio e pânico, de modo a garantir a proteção das pessoas e prevenção de incêndios. Desta feita, foram vistoriados os supermercados e edificações de natureza semelhante. 

Os supermercados são locais de grande circulação de público e abrigam também uma carga de materiais potencialmente inflamáveis, o que requer observância rigorosa das normas de Proteção Contra Incêndio e Pânico. Por essa razão, a fiscalização é fundamental para fomentar a cultura de autoproteção, bem como fiscalizar ou notificar os estabelecimentos que insistem em não se adequar.

Aproximadamente 600 militares participaram das vistorias, distribuídos por Comandos Operacionais de Bombeiros (COB’s) de cada região do estado. Durante a operação, foram verificados itens importantes como: o AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), as saídas de emergências, a sinalização, iluminação de emergência, extintores, instalações elétricas, equipamentos de refrigeração e outros elementos indispensáveis à regularização das edificações.

A ação de hoje resultou em 1.439 estabelecimentos vistoriados, sendo que destes 560 encontram-se em situação regular e 879 apresentaram algum tipo de irregularidade ou estão em processo de regularização. Mais de 800 estabelecimentos receberam advertências por escrito e 45 multas foram aplicadas.

Alerta vermelho em 2019

No ano passado foram realizadas 6 etapas da Operação Alerta vermelho com 8.509 vistorias em estabelecimentos de todas as regiões de Minas Gerais. Deste montante, 3.308 estabelecimentos estavam regulares e 5.320 apresentavam falhas ou estavam irregulares. Estiveram envolvidas 1.200 equipes, com cerca de 3.500 militares. Entre os tipos de edificação, foram vistoriados hospitais e clínicas, edificações de baixo risco, escolas e pré-escolas, hotéis e assemelhados, postos e centrais de distribuição, além de presídios e centros socioeducativos.